Lefebvre sofre acidente e dois furos na terceira especial

| Rali de Portugal

Imagem geral da prova
|

O francês Stéphane Lefebvre sofreu esta sexta-feira um acidente na terceira classificativa do Rali de Portugal, sexta prova do Campeonato do Mundo, em Caminha, que provocou danos no seu Citroën C3 e ainda dois pneus furados.

"Numa parte rápida, perdi a traseira e bati num monte. Demos uma volta. Tenho dois pneus furados e apenas um suplente", lamentou o 11.º do Mundial, que partiu do oitavo lugar para o segundo dia da prova.

Lefebvre ainda terminou a especial, cedendo 2.36 minutos para o finlandês Jari-Matti Latvala (Toyota Yaris), que foi o mais rápido nos 18,1 quilómetros da classificativa, liderando o rali, e saiu à hora prevista para a quarta especial, em Ponte de Lima.

"O Lefebvre teve um grande acidente. Eu também quase me despistei no mesmo sítio", referiu o norueguês Mads Ostberg (Ford Fiesta), que partiu para o troço de Caminha depois do francês da Citroën.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.