GNR deteve 56 pessoas na última noite e madrugada

| País

A GNR deteve 56 pessoas na última noite e madrugada, maioritariamente por condução sob efeito de álccol, tendo ainda apreendido centenas de doses de droga e uma arma de fogo, adiantou a força policial em comunicado.

No decurso da sua atividade operacional, entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, a GNR deteve 56 pessoas, 37 das quais por condução sob o efeito do álcool, sete por condução sem habilitação legal, quatro por tráfico de estupefacientes, dois por posse de arma proibida, um por violência doméstica, entre outros.

A GNR apreendeu ainda 112 doses de haxixe, uma arma de fogo e uma arma branca.

Nas fiscalizações de trânsito foram detetadas 657 infrações, 207 por excesso de velocidade e 91 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

Em 121 acidentes rodoviários registados, a GNR contabilizou cinco feridos graves e 67 feridos leves.

 

  

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à RTP, o candidato derrotado nas diretas do PSD diz que o partido deve serenar após o Congresso e admite que vai ser “muito difícil ganhar eleições" no quadro atual.

Nicolás Maduro quer alargar poderes e, para tal, leva a cabo eleições antecipadas. É um "golpe constitucional", na leitura de Filipe Vasconcelos Romão, comentador da Antena 1.

Abrir uma torneira e vê-la jorrar água. É um ato tão comum que nunca imaginamos um dia em que tal quadro possa desaparecer. Algo que está prestes a tornar-se realidade na África do Sul.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.