GNR deteve 56 pessoas na última noite e madrugada

| País

A GNR deteve 56 pessoas na última noite e madrugada, maioritariamente por condução sob efeito de álccol, tendo ainda apreendido centenas de doses de droga e uma arma de fogo, adiantou a força policial em comunicado.

No decurso da sua atividade operacional, entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, a GNR deteve 56 pessoas, 37 das quais por condução sob o efeito do álcool, sete por condução sem habilitação legal, quatro por tráfico de estupefacientes, dois por posse de arma proibida, um por violência doméstica, entre outros.

A GNR apreendeu ainda 112 doses de haxixe, uma arma de fogo e uma arma branca.

Nas fiscalizações de trânsito foram detetadas 657 infrações, 207 por excesso de velocidade e 91 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei.

Em 121 acidentes rodoviários registados, a GNR contabilizou cinco feridos graves e 67 feridos leves.

 

  

A informação mais vista

+ Em Foco

Os dados do sistema de Informação de Fogos Florestais da União Europeia (EFFIS) indicam que só entre os dias 14 e 15 de outubro arderam em Portugal continental cerca de 200 mil hectares.

    Na primeira entrevista pós-autárquicas, à Antena 1, Jerónimo de Sousa não poupou nas palavras. Afirmou que o "Governo ficou mal na fotografia e subestimou a situação" dos fogos.

    Impostos, orçamentos, metas para o próximo ano. A RTP descodifica a proposta de Orçamento do Estado apresentada pelo ministro das Finanças esta sexta-feira.

      Acionar o artigo 155 da Constituição espanhola representa um momento único na História de Espanha. O Governo de Madrid já definiu os setores que quer controlar de imediato.