Fogo de Alijó aproxima-se de mais uma aldeia, retiradas cinco pessoas

| País

O incêndio em Alijó aproximava-se, pelas 19:40, de mais uma aldeia, Franzilhal, de onde foram já retiradas cinco pessoas de quatro habitações, incluindo dois acamados que vão ser transportados para a Santa Casa da Misericórdia de Alijó.

Estas cinco juntam-se às 16 pessoas (crianças, idosos e doentes) já retiradas durante a tarde de hoje de algumas aldeias do concelho de Alijó, cujo incêndio possuía, pelas 18:00, três frentes ativas, depois de várias reativações.

As chamas aproximaram-se e rodearam algumas aldeias durante a tarde, nomeadamente Vila Chã, Francelos, Pegarinhos e Porrais, já no concelho de Murça, e os acessos a estas localidades estão bastante condicionados.

As estradas municipais entre Vila Chã e Francelos e entre Santa Eugénia e Carlão estiveram também cortadas.

O incêndio em Alijó deflagrou na madrugada de domingo e, de acordo com informações disponibilizadas pelas 19:50 na página da Internet da Proteção Civil, estava a ser combatido por oito meios aéreos, 532 operacionais e 159 viaturas.

Tópicos:

Chã Francelos Pegarinhos, Eugénia, Misericórdia, Proteção,

A informação mais vista

+ Em Foco

Um mês depois dos incêndios, ainda há raízes em combustão sob a terra no concelho de Pedrógão Grande. Reunimos aqui um conjunto de vídeos em 360 graus captados no local.

A 17 de junho, Portugal começou a assistir ao mais mortífero incêndio de sempre. A paisagem de Pedrógão Grande mantém-se em tons de sépia. Um cenário captado pelo fotojornalista Pedro A. Pina.

    Nos últimos dois anos a RTP ouviu três vozes com diferentes perspetivas do conflito israelo-palestiniano: Miko Peled, Shahd Whadi e Tamir Ginz.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.