Bombeiros assinalaram queda no caso Cova da Moura agora tratado como tortura

| País
Bombeiros assinalaram queda no caso Cova da Moura agora tratado como tortura

A ver: Bombeiros assinalaram queda no caso Cova da Moura agora tratado como tortura

Os Bombeiros da Amadora que assistiram três jovens da Cova da Moura, detidos em 2015, garantiram à RTP que registaram uma queda acidental como causa das lesões. Dizem que a ficha foi criada por indicação do próprio INEM.

O caso destes jovens detidos pela PSP de Alfragide levou a que 18 polícias tenham sido acusados de tortura e racismo.

A informação mais vista

+ Em Foco

Na Grande Entrevista da RTP, o ministro João Matos Fernandes lamentou que os problemas ambientais sejam muitas vezes menorizados.

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.