Trump disse aos russos que despediu o diretor do FBI porque era "maluco"

| Mundo

"Enfrentava uma grande pressão por causa da Rússia. Isso acabou", terá dito Trump a Lavrov
|

O presidente dos Estados Unidos terá dito a responsáveis russos na Sala Oval da Casa Branca que, ao despedir o diretor do FBI, retirou uma "enorme pressão" que tinha sobre si. Segundo o New York Times, Donald Trump afirmou ainda que James Comey era "maluco".

Num encontro no dia 10 deste mês, um dia depois de ter despedido James Comey, Donald Trump terá comunicado a responsáveis russos que tinha "acabado de despedir o diretor do FBI". Porquê? "Ele era maluco", terá justificado o Presidente.

A informação está a ser avançada pelo New York Times que teve acesso a um documento que resume o que terá sido dito na Sala Oval num encontro com o ministro russo dos Negócios Estrangeiros e o embaixador russo nos EUA. 

O afastamento do diretor do FBI, terá dito Trump, retirou-lhe uma "enorme pressão". "Enfrentava uma grande pressão por causa da Rússia. Isso acabou", terá acrescentado o presidente dos EUA. Segundo o jornal norte-americano, Donald Trump acrescentou ainda: "Eu não estou sob investigação".

A notícia agora divulgada pelo New York Times reforça a ideia de que Trump afastou o diretor do FBI por causa da investigação que estava em curso sobre as alegadas ligações da sua campanha com Moscovo.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 2018 não há aumentos salariais para a função pública. Mas avança o descongelamento faseado de carreiras.

Há muitas perguntas no caminho e muitas respostas que só o caminho pode dar. Pela Última Vez - Histórias sobre o fim que não acaba é o título de uma grande reportagem de Isabel Meira para a rádio pública.

Um atentado suicida em Manchester provocou 22 mortos e dezenas de feridos. A explosão decorreu no final de um concerto da digressão de Ariana Grande Dangerous Woman Tour.

    Acompanhe aqui a edição deste ano com a emissão web em direto.