Presidente de Israel reúne-se hoje com Benjamin Netanyahu e Benny Gantz

por Lusa

O presidente israelita, Reuven Rivlin, convidou para um encontro hoje à noite o primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, e o seu principal rival Benny Gantz, que obtiveram resultados semelhantes nas legislativas de 17 de setembro, indicou o seu gabinete.

O chefe de Estado, que defendeu um governo "estável" e de união com o partido Likud (direita) de Netanyahu e a coligação centrista Azul e Branco de Gantz, realizou no domingo e hoje consultas com os partidos eleitos para o parlamento para conhecer as suas recomendações sobre a escolha da pessoa que será encarregada de formar um futuro executivo.

As legislativas da semana passada não indicaram um vencedor claro e nenhum dos lados consegue reunir os 61 deputados para assegurar a maioria absoluta no parlamento (Knesset, 120 lugares).

A coligação Azul e Branco, que venceu as eleições e conseguiu 33 deputados, conta com o apoio da esquerda e de uma parte da Lista Árabe Unida (formações de árabes israelitas), mas não junta mais que 54 lugares.

O Likud, que obteve o segundo lugar e 31 deputados, consegue reunir 55 lugares com os seus aliados religiosos e da direita nacionalista.

Gantz e Netanyahu apelaram ambos a um governo de união, mas cada um deles quer liderar a eventual coligação.

As anteriores legislativas, em abril, tiveram um resultado semelhante e Netanyahu não conseguiu formar governo, o que levou à dissolução do parlamento e à realização do escrutínio da semana passada.

O presidente Rivlin prometeu tudo fazer para evitar uma terceira eleição.

 

Tópicos