Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

| Mundo
Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

A ver: Morreu mais uma pessoa nos protestos em Caracas

Um manifestante, opositor de Nicolás Maduro, foi abatido a tiro em Caracas. O homem foi atingida à entrada do Bairro 5 de Julho, durante o protesto da noite de sexta-feira.

Sobe para nove o número de mortos desde o início do mês em manifestações contra o Presidente venezuelano.

Na última noite, a parte oeste da capital foi alvo de vários distúrbios e saques. O Hospital Materno-Infantil Hugo Chávez teve mesmo de ser evacuado: 54 crianças foram retiradas de urgência das instalações.

O Governo acusa bandos armados da oposição de serem os causadores dos distúrbios no hospital.

A oposição culpa, por sua vez, o gás lacrimogéneo que terá sido lançado pelas forças de segurança.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A deriva independentista do nacionalismo catalão está a revelar-se mais grave do que Madrid previa inicialmente. Temos posições que não permitem qualquer margem para diálogo e que conduziram o processo a um impasse.

    Um ensaio do LNEC e do Instituto Superior Técnico, no âmbito do KnowRisk, evidencia a importância da tomada de medidas preventivas. Veja os vídeos e compare os dois casos.

    A Alemanha aproxima-se da data do escrutínio de 24 de Setembro com uma economia próspera: muita exportação, muita construção, receitas fiscais abundantes, orçamentos públicos excedentários. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.